Fica, vai ter Chocotorta!

31st October 2014

Fui convidada pelas queridas Dani Furlan do blog Dicas de Roma e pela Damares Lombardo do blog Keviagem para participar de uma blogagem coletiva com o objetivo de promover a gastromonia e a bebida típica dos países onde moramos. Somos seis blogueiras com residência no exterior participando, cada uma irá publicar um artigo (sempre `as sextas) sobre a gastronomia e bebida típica local.  Dani já publicou uma receita romana de dar água na boca aqui e para quem curte a cozinha alemã, tem receita da Damares aqui.

Dale. Desde que fui convidada para participar dessa série de posts, pensei na hora qual a “coisa” argentina a qual NUNCA consigo dizer não, mesmo se estiver de dieta braba – como é o caso agora, tentando correr atrás do prejuízo para tentar voltar ao meu peso pré-Nina (minha filhinha de 1 ano!!) antes do verão chegar de vez. Tá, todo mundo sabe que a comida mais típica nas bandas de cá é a carne. O churrasco.

Eu até gosto de carne, mas passo sem numa booooa, sem me fazer grande falta. Meu fraco mesmo é doce. E disso os argentinos entendem. Dulce de leche, sorvetes incríveis e ótimos bolinhos e tortas, sempre querendo fazer a gente cair em tentação em cada café e padaria da cidade (e olha que praticamente tem um dos dois, ou OS DOIS, a cada esquina por aqui).

A Chocotorta é uma sobremesa suuuper batida por aqui, até criança sabe fazer, Sempre tem em qualquer aniversário, mesmo que seja de adulto. Diria que a chocotorta ocupa o mesmo “lugar emocional” no coração argentino que o brigadeiro ocupa no dos brasileiros. Aquele doce fácil e barato de fazer e que tem gostinho de infância.

Dizem por aí que é impossível comer uma chocotorta igual a outra. Até porque a receita não tem quantidades certinhas de cada ingrediente, é meio “a ojo” (de olho, como dizem por aqui) e cada pessoa acaba adicionando algum segredinho `a mistura, fazendo a sua chocotorta personalizada.

RECEITA

2 pacotes de biscoito de chocolate sem recheio (Aqui se usa a marca Chocolinas, mas no Brasil pode ser a Passatempo de chocolate sem recheio ou qualquer biscoito simples de chocolate)

500grs de “queso crema” tipo Casancream (dá para usar cream cheese)

500grs de doce de leite (quanto mais espesso, melhor)

1 copo de algum líquido para molhar os biscoitos e umedecê-los. Pode ser café. Pode ser leite puro ou com achocolatado. Ou leite com gotinhas de essência de baunilha. Ou também adicionar algum licor ao café, como Bayley’s, por exemplo. Aí é que entra o “segredinho” de casa pessoa. 

Preparação:

Misturar o creme cheese com o doce de leite até formar um creme homogêneo.

Molhar os biscoitos rapidamente no café frio e ir armando camadas de biscoitos em um pirex, intercalando com uma camada generosa do creme. Levar `a geladeira por 2 horas. Cobrir com mais uma camada do creme e adicionar raspas de chocolate, chocolate granulado, coco ralado, morangos ou qualquer outra fruta ou ainda qualquer outro ingrediente da sua preferência.

Chocotorta no meu niver de 30, há dois (!!!) anos atrás!

Os argentinos geralmente acompanham a chocotorta com um bom cortado jarrito (café com apenas um pouquitito de leite) mas acho que merece um vinhozinho do tipo Cosecha Tardía, que são os vinhos típicos de sobremesa, servidos numa taça menorzinha que a normal. Recomendo o MALAMADO, que é um vinho doce feito com a uva Malbec, mais argentina, impossível.

Blogs participantes da blogagem coletiva:

Dani: Dicas de Roma

Damares:  Keviagem

Jamile: Viver Uruguay

Virna: Uma brasileira na Grécia

Gabrielle: Minha Turquia

Bookmark and Share

Vem jantar com a gente!

4th September 2014

ENCONTRO BLOGGERS & LEITORES

Você vai estar em Buenos Aires no dia 24 de setembro?
Planejou já a sua viagem todinha com dicas aqui desse blog, do Buenos Aires para Chicas da Amanda, do Aires Buenos do Túlio e da Paula e do Mochila Cult?
Quem conhecer a gente, comer bem, tomar vinho delícia no jantar mais alto astral da cidade e ainda descolar altas dicas desse time de blogueiros ao vivo?
TCHARAM! 
Vem jantar com a gente no The Argentine Experience!
Um evento super divertido, informal, cheio de cultura local, com comida deliciosa, carne de altíssima qualidade e vinho (maravilhoso!) incluído.
O jantar é incrível (já falei aqui tudinho como funciona) e nesse dia, vai ser todinho em português, especialmente para o nosso grupo.
A IDEIA: conhecer vários leitores dos blogs sobre Buenos Aires! Vão estar lá:

QUEM PODE IR: qualquer um que estiver em Buenos Aires (são apenas 40 lugares!)
DIA: 24 de Setembro, quarta-feira, às 19h30. (termina por volta de 23h)
QUANTO: APENAS 300 pesos por pessoa, tudo incluído.  Sim, você leu certo.  O valor normal é de 85 dólares, mas nesse dia SOMENTE 300 pesos.  Aproximadamente 70 reais!!!  (Valor MAIS QUE ESPECIAL para o nosso grupo, mais de 50% de desconto!!!! Corre! Já falei que são apenas 40 lugares?)
COMO RESERVAR: E-mail para reservations@theargentineexperience.com e combine com o Vinícius (ele é brasileiro, pode escrever em português!) a melhor forma de pagamento que pode ser via Paypal, transferência para uma conta aqui da Argentina ou você pode ir até o restaurante mesmo e pagar em cash dias antes do jantar.
No e-mail, avise a ele que você leu sobre esse evento aqui no myvillacrespo.com :)
DISPONIBILIDADE: apenas 40 lugares. CORRE!
Bookmark and Share

Guia Novo: Cool Villa Crespo

26th August 2014

Opa! Só para avisar que tem novidade lá no Buenos Guias, nosso site/loja de guias temáticos de Buenos Aires para download (ainda não conhece? clica aqui para saber mais!).

Clique na imagem para saber mais sobre os Guias.

O guia Buenos Aires Romântica foi totalmente reeditado, incluindo novos lugares e dicas de passeios, cafés e restaurantes para curtir a cidade a dois com muito clima de romance.

Clique na imagem para comprar o seu

Além disso, saiu o nosso primeiro guia inteiramente dedicado a um bairro portenho. O bairro escolhido para estrear essa série (sim, vem mais guias de bairro por aí!) traz o bairro do meu coração, onde moro já há 8 anos, onde abrimos o Hotel Querido e que foi a inspiração para começar a escrever este blog: Villa Crespo.

Para quem não sabe, Villa Crespo é hoje reconhecido como um bairro em franco crescimento: não pára de abrir lojas e restaurantes e cafés por aqui. O pessoal do Aires Buenos já disse que é o bairro preferido deles na hora de comer bem. O The Guardian e o The New York Times já escreveram matérias sobre os restaurantes daqui. A Revista Viagem & Turismo escreveu o Crespo é cool. Villa Crespo é o bairro dos outlets e também do restaurante classificado como o MELHOR de Buenos Aires no TripAdvisor! Tá esperando o quê para conhecer? Nem precisa pesquisar nada, no guia a gente te explica tudinho sobre o bairro para você não cair em roubada e só ir em lugar legal :)

No guia, citamos os nossos lugares preferidos para comer muuuuito bem (na maioria deles dá para comer bem por menos de 50 reais por pessoa), beliscar e tomar uns drinks, tomar um café e fazer um lanchinho e o mapa atualizado (esse mapa aqui no blog é de 2009, muita coisa mudou) com as lojas de outlets, incluindo as marcas internacionais como Tommy Hilfiger e Lacoste, mas sem deixar de listar as lojas de marcas argentinas mais legais que poucos turistas conhecem. Tudo marcadinho num mapa, mais fácil impossível!

O guia já está disponível para download no nosso e-shop do Buenos Guias.

Aqui você pode ver como fazer para comprar. 

Aproveitando… que outro bairro de Buenos Aires você gostaria de ver totalmente explicadinho no próximo guia?
Deixe a sua sugestão nos comentários!

Bookmark and Share

Gente que faz Buenos Aires ser ainda mais linda: La Trompa Así

21st August 2014

Hola! Quem me segue e segue o Querido no instagram deve já ter visto um preview desses vídeos aqui:

Esse quinteto de modern jazz é o La Trompa Así, uma banda de amigos que toca sempre na esquina da Malabia e Costa Rica em pleno Palermo Soho, nos finais de semana. Adorei ficar curtindo o jazz bacaninha deles e ainda apreciando tudo que a música de rua desperta nas pessoas. Crianças dançam, casais dançam, pessoas sozinhas dançam, é coisa linda de se ver.

Amei tanto que fiz uma mini-entrevistinha com os meninos, para matar a minha curiosidade. Segue já traduzida para o português:

Mari: Buenas, chicos! Adorei a banda e o som de vocês. Mas fiquei curiosa.. Me respondem algumas perguntinhas? Para começar, quem são vocês? Nome, idade e o que fazem da vida além de alegrar essa esquina?
La Trompa Así: Buenas!! Nosotros somos La Trompa Asi! Um grupo de músicos que se juntou há dois anos e que tem um repertório bem amplo, com vários estilos de jazz instrumental. Somos 6 integrantes com a seguinte formação:
Baixo – Juan Manuel Carballo (33) que também trabalha como auxiliar administrativo em um centro de educação e dá aulas de música para a terceira idade;
Bateria – Francisco Benincasa (34) que é editor de audio e vídeo e diretor de documentários;
Violão Acústico – Sebastián Burrello (32) que trabalha também em uma banca de jornal e dá aulas particulares de violão;
Washboard – Ignacio Regueiro (35) que é escultor e trabalha com ambientação e efeitos especiais;
Trompete – Hernán Regueiro (31) que é professor particular de trompete;
Saxofone – Jeremías Lamas (31) que é professor e antropólogo.

M: De quem foi a ideia de vir tocar na rua, aqui nessa esquina de Palermo?
LTA: Em paralelo ao projeto da banda, que já existia, Sebastián e Hernán (guitarrista e trompetista) tiveram a ideia de começar a tocar na rua, ao ar livre e logo em seguida, Juan e Jeremias começaram a participar também. Esta formação passou a ser fixa, com o objetivo de trabalhar com música mas também continuar que é tocar entre amigos.
Começamos tocando na porta dos bares e cafés, depois fomos para a esquina de Gurruchaga e Honduras, ficamos um ano lá e há três meses nos mudamos aqui para Malabia e Costa Rica. Esta parte de Palermo é ótima para trabalhar, tem muita gente passeando no final de semana e também é um ponto turístico para quem vem de fora.

M: Qual a melhor coisa de tocar na rua?
LTA: A melhor coisa, sem dúvida, é que nós vamos onde estão as pessoas e nao o contrário. Isso por si só já faz com tudo seja totalmente diferente.

M: Imagino que vocês tenham várias histórias interessantes de situações inusitadas que puderam viver e presenciar fazendo música na rua. Alguma em especial, que tenha ficado na memória?
LTA: Uma noite, não aqui nesse esquina, mas no calçadão de Colon (capital do estado de Entre Ríos, na região central da Argentina), a gente estava tocando com nosso equipamento conectado a uma bateria elétrica portátil. De repente, faltou luz na rua inteira. Não dava para enxergar absolutamente nada na rua, somente os brinquedos que brilham no escuro, que alguns camelôs vendem nessa rua. E A única coisa que se ouvia, na rua inteira, era a nossa música, graças `a bateria portátil. E então, as pessoas começaram a se aproximar de onde a gente estava tocando e foi uma grande festa! As crianças da rua brincando com os chaveirinhos que brilham no escuro, a banda tocando e o povo dançando no meio da rua. Nunca esqueceremos desse dia!!!

M: Como quem mora no Brasil pode ouvir e conhecer o trabalho de vocês?
LTA: Estamos no Facebook e no Youtube, por enquanto, mas podem ouvir ou baixar grátis o nosso último álbum para conhecer nosso trabalho neste link aqui!

Gostaram??

Tava aqui pensando: seria legal uma categoria do blog só assim né? De gente que faz Buenos Aires ser tão linda. Pronto. Gostei. Já é. :)

Bookmark and Share

Viernes de delivery

16th August 2014

Toda sexta aqui em casa é dia de pedir delivery.

A gente tenta variar mas acaba que temos nossos preferidinhos. Entre eles, o MAIS-MAIS é sushi. Coisa que a gente reserva para uma vez apenas por mês porque, né, a gente não se contenta com vinte pecinhas não. A gente curte mesmo pedir é o combo (combinado) mais completão de todos. Sim. Para duas pessoas. Não. Não sobre nenhum pra contar história.

Depois de testar vários deliveries de sushi de Buenos, chegamos ao campeão! Hikaru Sushi, que fica – imagina – em Villa Crespo! O restaurante é simples, de donos japoneses e é legal ir comer lá também. Mas como com bebê as saídas noturnas ficam mais compli, tamos curtindo pedir em casa e assistir uma das nossas séries preferidas (Homeland) no sofazão.

Mas ó. Vai por mim. Pede lá que, como dizem aqui, no tiene desperdício. (Fazendo o pedido cedo, entre 20h, tem 10% de desconto). Sim, eles entregam em hotéis também, claro! Recomendamos sempre aos nossos hóspedes lá no Querido e todo mundo aprova.

 

Bookmark and Share

Novidade em Villa Crespo: Parrilla La Cabrera Express

13th August 2014

Bem, nesse post aqui eu já falei: para mim, o MELHOR restaurante de carnes de Buenos Aires é o La Cabrera e não tem conversa. Carne perfeita, ambiente bacana, atendimento maravilhoso, acompanhamentinhos e molhos bem deli, muitas opções de vinho e preço justo.

CORTA.

Na rua do hotel Querido tinha uma parrilla de bairro na esquina. Bem ruinzinha. O que era uma pena. Os hóspedes perguntavam, já que era tão pertinho, se era legal pra jantar por ali mesmo e a gente sempre “des-recomendava”. Um dia a parrilla fechou. E levou um tempão com a placa de Alquila (aluga-se). Até que alugaram, tiraram a placa e começaram a reformar. Um belo dia, tcharam, vejo a placa do restaurante novo que iriam abrir: La Cabrera! Que ótimo! Melhor impossível, na verdade, já que fica, sinceramente, A PASSOS do Querido.

E o melhor, o La Cabrera de Villa Crespo não fecha entre o almoço e o jantar!!! Golazo! Parece ter sido pensado especialmente para atender os turistas que circulam pela região fazendo compras nos outlets de Villa Crespo, e buscam um lugar bacana para almoçar tarde. Ou jantar cedo. A cozinha funciona do meio-dia até a meia-noite. Com certeza, mais um para entrar na lista de melhores restaurantes de Villa Crespo, um bairro que vêm se firmando como um ótimo lugar para comer muito bem em Buenos Aires.

A diferença dessa versão express é que o cardápio é mais enxuto, focando mesmo nos cortes estrela da casa: ojo de bife e bife de chorizo. Os pratos são um pouco mais baratos. Tem também sanduíches, que não tem no outro, com destaque para o hamburguer La Cabrera que tou aqui salivando para provar. Além disso eles não trazem para a mesa aquele monte de acompanhamento. Os molhinhos etc ficam num mini-buffet (aqui chamado salad bar) e você vai lá e se serve. É incluído no valor de cada prato principal. Mas se você não come carne, pode pagar a parte somente o salad bar e se servir quantas vezes desejar.

Salad bar no carrinho vintage

Lembrando: não é aquela fartura dos buffets de churrascarias brasileiras que tem até sushi. Aqui a estrela é a Carne! O buffet tem alguns molhinhos e ingredientes para você montar sua salada. Imperdível é o Corazón de Alcaucil (miolo da alcachofra, delícia!).

Fomos lá conhecer esse domingo e ficamos maravilhados com o excelente atendimento. Garçom solícito e muito simpático. Pedimos uma “media botella” (garrafa pequena) de vinho, o Trapiche Reserva e duas empanadas de carne para abrir os trabalhos. Dios mío, que empanada! perdão, mas esqueci de tirar foto.

De principal, fomos de Gran Ojo de Bife de 400grs. Pedimos para dividir e dá tranquilo para duas pessoas (157 pesos – agosto 2014). Como cada prato inclui 1 salad bar, pagamos por separado outro “acesso” ao buffet, que custou mais 100 pesos.

A foto não faz justiça!

A carne tava um escândalo de boa. Imoral mesmo. Macia, no ponto certo (gostamos bem mal-passada, vuelta y vuelta como dizem aqui). As saladas super fresquinhas. Sério, gente. Sabe quando tá tudo tão bom que não tem nem o que falar. APENAS não deixem de ir. E pode seguir o pedido assim tal cual para m casal: duas empanadas pra começar, media botella de Trapiche, un ojo de bife grande, um salad bar extra. Não precisa nem pensar. Vai nessa que é certa. De sobremesa, um champanhezinho pra brindar e sorvete de sobremesa. Eu pedi o doce de leite que tava MARA. Ali pediu o de mascarpone com frutas vermelhas que achei meio enjoado.

Sorvete com casquinha colorida

A gente pediu também 2 águas. A conta deu uns 500 pesos (preço agosto 2014) o que hoje chega a uns 150 reais o casal. 

 

Antes de fazer sua reserva, leia esse guiazinho de utilidade pública – Parrillas: o que esperar, como pedir e onde ir.

testing

Bookmark and Share

Delivery de orgânicos

11th August 2014

Já tem mais de um ano que comecei a consumir verduras orgânicas aqui em Buenos Aires. Procurei, pesquisei, comparei vários sites que fazem entrega em domicílio, pois pra mim, sem carro, complicava ficar comprando a feira da semana toda lá no El Galpón (mercadinho ótimo que funciona quartas e sábados e que além de verduras, tem também ovos, lácteos, massas prontas, geléias e conservas) era muita mão-de-obra.

Acabei encontrando o De la Huerta a Su Mesa, empreendimento da Eva e do Alejandro, que cobram um preço bastante bom (150 pesos por 10kg de vegetais variados), entregam tudo limpinho e na porta de casa, com horário marcado. Tuuuuudo é gostoso!

Algumas das verduras que vieram na minha cesta semanal (bulbo de erva-doce incluído) arrumadinhos para a foto produzida

O mais legal é que você não escolhe o que vem na “cesta”. Eles que mandam as variedades que foram colhidas naquela semana. Isso é ótimo porque a gente sai do vício de comprar sempre as mesmas verduras e recebe algumas surpresas que não costumávamos comer. No meu caso, bulbo de erva-doce, aipo, batata-doce e vagem, que não faziam parte do meu menu até então e que graças a eles passei a consumir e a apreciar :) Dá também para pedir azeite de oliva, açúcar mascavo, alguns grãos, frutas, molho de tomate orgânico já prontinho, nozes e outros. O pedido tem que ser feito até 10h da manhã da véspera do dia de entrega (terças ou quintas). Recomendo e MUITO!

Para saber outras empresas que fazem delivery de orgânico, vale a pena consultar a lista do Green Vivant, que é um portal ótimo com vários fornecedores de alimentos orgânicos/saudáveis.

Des-produção by Nina

Bookmark and Share

Hay esperanza

6th August 2014

Desde ontem, a notícia que domina as conversas, redes sociais e até mesmo o AR que se respira aqui na Argentina é a da recuperação do neto 114, um dos muitos bebês nascidos em um dos centros de tortura da ditadura militar argentina.

Sempre é uma alegria imensa quando encontram a algum dos netos que foram sequestrados logo após o nascimento e criados ou dados em adoção a outra família e cresceram sem saber quem são de verdade, quem foram seus pais biológicos, etc. As Abuelas de la Plaza de Mayo – mães daquelas jovens – grávidas! – desaparecidas NUNCA pararam de procurar seus netos. Se estima que em total 500 bebês foram sequestrados, que hoje têm por volta de 36 anos. 114 deles já foram identificados (muitos se apresentaram voluntariamente para fazer os testes genéticos) mas ainda faltam muitos mais.

O neto 114 é Guido, neto de Estela de Carlotto uma das fundadoras das Abuelas de Plaza de Mayo, uma senhora de 83 anos, forte, lúcida e exemplar. Aqui, um pouco da história de vida dela.

Hoje, Estela e seu neto vão se conhecer e se abraçar pela primeira vez. Por aqui, um país inteiro está esperando – emocionado – este encontro.

Em tempo: se vc nasceu entre entre 1975 e 1980 e tem dúvidas sobre sua identidade, procure as Abuelas.

Bookmark and Share

5th August 2014

Já há uns meses, Nina ganhou de presente de uma amiga dois macaquinhos grudados um no outro, mamãe e filhote, suponho. Abraçadinhos. Não demorou para esses bonecos ganharem o posto de preferidos no coração da minha bebêa. Posto esse que foi brevemente ameaçado por um tal Fuleco, mas esse affair durou pouco.

Os macaquinhos são da marca franco-argentina MomFifi, que trabalha com algodão orgânico e todas as estampas são feitas com tinta atóxica, tudo apropriado para os pequeninos que colocam tuuudo na boca. Bem, eu me apaixonei pela marca. Até a sacolinha de embalagem é bacaninha e reutilizável (uso até hoje para guardar coisinhas dela).

Os produtos MomFifi são facilmente encontrados nas lojinhas mais fofas de coisinhas para bebês aqui em Buenos Aires, mas dá para comprar online pelo Grand Marché (não entrega no Brasil, mas pode pedir pra entregar no hotel onde vc vai estar, de repente.) 

Em tempo: logo logo vamos disponibilizar novamente para download o Buenos Guias – Guia Bebês, totalmente reeditado, com dicas de lojinhas fofas como essa, para comprar roupinhas, acessórios, decor e brinquedinhos fofos para bebês aqui em Buenos Aires

 

Bookmark and Share

Tá no ar o projeto novo: com vocês, o Buenos Guias!

22nd July 2014

Oi, gente! Quem me segue lá no facebook do Querido já sabe do projeto novo, mas aqui eu ainda não tinha postado nada sobre… É com muita alegria que conto pra vocês que já está no ar o meu novo projeto, com minha sócia-querida Amanda Mormito do Buenos Aires para Chicas, o nosso site-loja Buenos Guias!

A idéia surgiu lá em 2012, quando pela primeira vez nós duas, blogueiras brasileiras radicadas em Buenos Aires — nos juntamos para produzir um guiazinho virtual com dicas específicas para quem vinha do Brasil curtir o final de ano em Buenos Aires. Aquele primeiro guia foi um sucesso, chegando a 215 envios em apenas uma semana.

Em 2013, nos empolgamos e, como se diz por aqui, fomos por más! Durante o ano lançamos mais cinco guias, com um formatinho bem customizado, cada um com uma temática diferente, para quem busca informações precisas, atualizadas e com a cara da viagem que pretende fazer: seja ela romântica, bem cultural, ou com um orçamento bem limitado, e por aí vai. Até então, os guias eram vendidos através dos nossos blogs.

Agora em 2014, nos concentramos em profissionalizar a idéia, e foi aí que nasceu o Buenos Guias, nosso site-vitrine-loja de vendas dos nossos guias feitos com carinho a quatro mãos.

Para começar, todos nossos guias preexistentes foram atualizados, reeditados e estão de cara nova (design lindo feito pela Amanda, que também idealizou e montou o site todo), com um layout mais user friendly e mais adaptado para celular e tablets. Por enquanto, os guias disponíveis para venda no site são cinco, sendo que três deles já estão na sua segunda edição, numa versão melhorada, ou melhor, remasterizada :)

Buenos Aires Econômica – dicas de programas e lugares bacanas e econômicos com excelente custo-benefício, para aproveitar a cidade ao máximo ainda que o orçamento seja apertado.

Buenos Aires Para Solteiras – bares, baladas e dicas para se divertir muito na capital portenha.

Buenos Aires Romântica – os lugares mais lindos para passear na cidade, os restaurantes e cafés mais charmosos para curtir a dois e dicas imperdíveis para passar dias de puro romance em Buenos Aires.

Em breve, estarão disponíveis no site vários outros guias de Buenos Aires, tamos com uma lista grande de temas bem legais, trabalhando para lançar novidades ainda este ano.

Nosso próximo passo é começar a oferecer também guias para outros destinos na Argentina (tem tanto lugar liiiiiindo!), além de outras cidades da América do Sul (como Colonia del Sacramento e Montevideo) e da Europa. Ou seja, um brinde aos sonhos e as novas viagens!

Esperamos que gostem dos guias! Aproveitamos para convidar você para seguir o Buenos Guias no Facebook para ficar por dentro das novidades e seguir em contato com a gente.

Buenos Guias – www.buenosguias.com
Buenos Guias no Facebook

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Bookmark and Share